sexta-feira, 19 de abril de 2013

Mulher Normal




Sou mulher, normal
Temperamental
Nem Fiona, nem sereia
Às vezes, mulher e meia!
Outras menina carente
Mãe leoa, mulher loba
Às vezes boba;
Tenho a alma transparente
 *
Muitas vezes sou dura
Visto armadura de ferro
Grito, berro
Pra esconder minha fragilidade
 *
Sou mulher teimosa,
Às vezes caprichosa
Dona das minhas verdades
Desprovida de vaidades 
 *
Sou mulher, amante, amiga
Por amor compro uma briga
Esfacelo-me, desfaço-me
Em mil pedaços
E me recomponho em laços
 *
Sou mulher à moda antiga
Que espera um convite pra sair
Que chora nos filmes de amor
Ou quando recebe uma flor
 *
Sou apenas uma mulher
Intensa, extensa
Às vezes leve, as vezes densa
Sem perder a essência
De ser
Simplesmente
Mulher...




Um comentário:

  1. Eita Mulher porreta, mandou bem neguinha, muito bom, beijos, te amo...

    ResponderExcluir